segunda-feira, 15 agosto 2022

(ENGIE)nharia jurídica

Ago. 13, 2022 Hits:32 Opinião

A IGREJA QUE NÃO ACREDIT…

Ago. 08, 2022 Hits:382 Opinião

Consequências do Dever

Ago. 08, 2022 Hits:80 Crónicas

A Sombra e as Árvores

Ago. 07, 2022 Hits:270 Crónicas

Pai rico, Pai pobre

Ago. 04, 2022 Hits:230 Crónicas

DA LEITURA

Ago. 02, 2022 Hits:81 Crónicas

Enquanto o pau vai e vem

Jul. 31, 2022 Hits:103 Crónicas

É PROIBIDO NASCER EM AGO…

Jul. 29, 2022 Hits:673 Opinião

Exposição na Suécia recorda António Feijó





A sua generosidade permite a publicação diária de notícias, artigos de opinião, crónicas e informação do interesse das comunidades portuguesas.


A exposição Vida e Obra do Diplomata e Poeta António Feijó (1859 – 1917), patente na Universidade de Estocolmo, edifício B, 3º andar, onde funciona o Departamento de Línguas Clássicas e Centro de Língua Portuguesa Camões, encerra as comemorações dos 380 anos das relações diplomáticas de Portugal com a Suécia, inauguradas que foram no reinado de D. João IV.

A mostra integra 11 grandes painéis com duas dezenas de ilustrações a cores e a preto e branco, com textos em língua portuguesa e sueco, projecto concebido por Vera Faias Fonseca de Carvalho, Directora do Centro lusitano naquela unidade académica da capital, conselheira cultural junto da nossa representação diplomática , em parceria com a embaixadora de Portugal, Sara Martins.

Durante meses procederam-se a pesquisas para a elaboração do documentário ora apresentado, junto de entidades públicas e particulares. O Painel 1 da exposição, enumera os locais de recolha científica: Instituto Diplomático / Ministério dos Negócios Estrangeiros de Portugal; Arquivo e Biblioteca Municipal de Ponte de Lima; Arquivo Nacional Sueco e Arquivo da Cidade de Estocolmo; LO – Confederação dos Sindicatos da Suécia (actual locatário da residência de António Feijó), e colecção de Adelino Morais.

Com excelente apresentação da autoria do designer Ricardo Naito, e algumas reproduções fotográficas de Rogério Lopes de Ponte de Lima, a exposição integrará a partir de 2022 uma Rota, ainda a definir, de acordo com comunicação oficial ontem por nós recebida e pelo vice-presidente do município limiano, titular da cultura, Paulo Sousa. A par do projecto expositivo, e no âmbito de “difusão e promoção da língua e da cultura portuguesa e de centros culturais portugueses … na concretização desse objectivo”, a exposição percorrerá redes externas do Instituto Camões, I.P. revelou – nos a Direcção nessa missiva.

Entretanto, vai ser agendada uma visita dos descendentes do homenageado: netos, bisnetos e trinetos, residentes nas cidades suecas de Fallun e Vansbro, e ainda a norueguesa de Roros (com quem nos correspondemos há anos), na próxima semana, revelou –nos há momentos a nossa embaixadora. Ao grupo familiar, juntar – se á o colega diplomata do Equador, terra natal dos antepassados da esposa de António Feijó, designadamente de sua sogra, Clementina Duran Borrero, nascida em 1852 em Guayaquil e falecida em Paris, onde repartiam residência com Estocolmo.

Luso.eu - Jornal das comunidades
Tito Morais
Author: Tito MoraisEmail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Para ver mais textos, por favor clique no nome do autor
Lista dos seus últimos textos

Adicione o seu comentário aqui!

luso.eu Jornal Comunidades

Não perca as promoções e novidades que reservamos para nossos fiéis assinantes.
O seu endereço de email é apenas utilizado para lhe enviar a nossa newsletter e informações sobre as nossas actividades. Você pode usar o link de cancelamento integrado em cada um de nossos e-mails a qualquer momento.

TEMOS NO SITE

Temos 1271 visitantes e 0 membros em linha

A SUA PUBLICIDADE AQUI?

EVENTOS ESTE MÊS

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

News Fotografia