quarta-feira, 06 julho 2022

PRECEITO E ENCARGO

Jul. 04, 2022 Hits:54 Crónicas

Imigrantes

Jul. 03, 2022 Hits:163 Crónicas

Obrigado alfarrabista do …

Jul. 01, 2022 Hits:301 Opinião

A CULPA FOI DO PEDRO

Jun. 29, 2022 Hits:256 Crónicas

Devo deixar a porta abert…

Jun. 28, 2022 Hits:139 Opinião

Não frustrar expetativas

Jun. 28, 2022 Hits:105 Opinião

Dinamite

Jun. 21, 2022 Hits:84 Opinião

UM NOVO DEUS (Crónica)

Jun. 21, 2022 Hits:255 Crónicas

A cidade desperta

Jun. 15, 2022 Hits:335 Crónicas

BPP: António Costa felicita Polícia Judiciária pela detenção de João Rendeiro





A sua generosidade permite a publicação diária de notícias, artigos de opinião, crónicas e informação do interesse das comunidades portuguesas.


O primeiro-ministro, António Costa, felicitou hoje a Polícia Judiciária (PJ) pelo seu trabalho na detenção do ex-banqueiro João Rendeiro na África do Sul e considerou que é um sinal de que se pode confiar nas instituições.

“Em primeiro lugar queria felicitar a nossa Polícia Judiciária pelo trabalho desenvolvido, acho que é um sinal de que podemos confiar nas instituições e temos de deixar funcionar as instituições”, afirmou António Costa aos jornalistas, à saída do XXV Congresso da Associação Nacional de Municípios (ANMP), em Aveiro.

O ex-banqueiro João Rendeiro, sobre quem pendia um mandado de detenção internacional, foi hoje detido na África do Sul, anunciou o diretor nacional da PJ, Luís Neves.

Luís Neves adiantou que João Rendeiro foi detido às 07:00 locais (05:00 em Lisboa) na República da África do Sul, onde chegou no dia 18 de setembro, adiantando que o ex-banqueiro reagiu com surpresa à detenção “porque não estava à espera”.

O objetivo agora é “decretar o cumprimento da prisão” do ex-banqueiro, disse Luís Neves, em conferência de imprensa, na sede da PJ, em Lisboa, adiantando que o ex-banqueiro será presente a tribunal nas próximas 48 horas.

Questionado sobre quando deverá entrar em Portugal, o diretor nacional da PJ afirmou que “esse é um assunto que agora compete às autoridades judiciais da República da África do Sul”.

João Rendeiro, que em 28 de setembro foi condenado a três anos e seis meses de prisão efetiva, num processo por crimes de burla qualificada, estava no estrangeiro e em parte incerta, fugido à justiça.

Luso.eu - Jornal das comunidades
Redacção
Author: RedacçãoEmail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Para ver mais textos, por favor clique no nome do autor
Lista dos seus últimos textos

Adicione o seu comentário aqui!

luso.eu Jornal Comunidades

Não perca as promoções e novidades que reservamos para nossos fiéis assinantes.
O seu endereço de email é apenas utilizado para lhe enviar a nossa newsletter e informações sobre as nossas actividades. Você pode usar o link de cancelamento integrado em cada um de nossos e-mails a qualquer momento.

TEMOS NO SITE

Temos 1054 visitantes e 0 membros em linha

A SUA PUBLICIDADE AQUI?

EVENTOS ESTE MÊS

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

News Fotografia