Faça login na sua conta

Usuário *
Senha *
Lembre de mim

Crie a sua conta aqui!

Os campos marcados com um asterisco (*) são obrigatórios.
Nome *
Usuário *
Senha *
Verifique a senha *
Email *
Verificar e-mail *
Captcha *
Reload Captcha
sábado, 16 outubro 2021

Por favor habilite seu javascript para enviar este formulário

RESTAURANTES EM PONTE DE LIMA COM QUEBRAS DE 80%



O luso.eu Jornal das comunidades é gratuito mas quero ajudar!

O sector da restauração na vila de Ponte de Lima e arredores, regista em alguns comerciantes quebras de mais de 80% de vendas, segundo alguns dos contactados.

Existem restaurantes que encerraram há meses, alguns mesmo para sempre como na freguesia da Feitosa, e outros tentam aguentar “mais algum tempo, mas está difícil”, salientaram outros mais.

Alguns exemplos de referências da boa gastronomia limiana desde há anos, tentam sobreviver do regime take Away, mas aqui também se registaram quebras significativas; o Prato do Dia deixou de existir na maioria das unidades locais de restauração, pois motivado pelo COVID – 19, alteração de horários de trabalho, e improvável reabrir para “seis diárias” não justifica, afirmaram alguns dos proprietários.

Mas, também outros intervenientes na economia regional salientam quebras no negócio. É o caso de fornecedores de produtos como carnes, peixes, vinhos, sobremesas, refrigerantes, lavandarias de atoalhados de mesa e cozinha, e mesmo a venda de combustíveis…

Alguns membros do Clube de Gastronomia de Ponte de Lima a título colectivo, intervenientes na promoção do famoso Arroz de Sarrabulho ou Bacalhau de Cebolada, estão encerrados há meses. É o caso do Sabores do Lima, do Solar do Taberneiro, da Casa de S. Sebastião em S. Pedro de Arcos, (um vasto empreendimento com grandes quebras com anulação ou adiamento para 2022 de casamentos e baptizados), enquanto outros apenas com serviço para casa, isto é, encomendas do almoço de domingo tentam subsistir. Entre os exemplos, refiram-se, o Sonho do Capitão e Fátima Amorim, na freguesia da Correlhã, e Cozinha Velha, em Arcozelo.

Tempos difíceis para um comércio e empresários em alguma agonia, e saudades dos apreciadores da boa gastronomia, que aguardam pelo reabrir de portas para regresso aos convívios de faca e garfo, mas á mesa!


Adicionar o seu comentário aqui!

luso.eu Jornal Comunidades

TEMOS NO SITE

Temos 317 visitantes e 0 membros em linha

Não perca as promoções e novidades que reservamos para nossos fiéis assinantes.
O seu endereço de email é apenas utilizado para lhe enviar a nossa newsletter e informações sobre as nossas actividades. Você pode usar o link de cancelamento integrado em cada um de nossos e-mails a qualquer momento.

A SUA PUBLICIDADE AQUI?

EVENTOS ESTE MÊS

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
30
31