quinta-feira, 06 outubro 2022

O AMOR DE MÃE É ETERNO

Out. 04, 2022 Hits:80 Crónicas

INSULTUOSO – CORROMPIDO…

Out. 01, 2022 Hits:250 Opinião

Então Paris como é?

Set. 28, 2022 Hits:49 Crónicas

Desliguei a internet

Set. 26, 2022 Hits:73 Crónicas

OS TEMPOS DAS CIDADES

Set. 19, 2022 Hits:118 Crónicas

Quem vai pagar impostos?

Set. 19, 2022 Hits:112 Opinião

Os robots não devem paga…

Set. 18, 2022 Hits:247 Opinião

Paternalismo

Set. 14, 2022 Hits:98 Crónicas

Portugal vai oferecer navio para ligar a capital da Guiné-Bissau às ilhas Bijagós – Ministro do Ambiente





A sua generosidade permite a publicação diária de notícias, artigos de opinião, crónicas e informação do interesse das comunidades portuguesas.


O ministro do Ambiente e da Ação Climática, João Pedro Matos Fernandes, anunciou hoje em Bissau que Portugal vai oferecer à Guiné-Bissau um navio que fará a ligação fluvial entre a capital e as ilhas Bijagós.

O ministro português, que integra a comitiva do primeiro-ministro, António Costa, que realiza uma visita de 24 horas a Bissau, disse que, “sem ser otimista”, o navio deverá estar na Guiné-Bissau “até final do próximo ano”.

João Pedro Matos Fernandes falou à Lusa à margem de um encontro que o primeiro-ministro português manteve com a comunidade portuguesa na embaixada do país na capital guineense.

Portugal vai recuperar e colocar a disposição da Guiné-Bissau o navio Eborense, num investimento que o ministro João Pedro Matos Fernandes estima poder chegar a 1,5 milhões de euros, entre a manutenção da embarcação, a formação de cinco tripulantes guineenses e o seu transporte até Bissau.

“É um navio que para já vai ter de levar alguém do Instituto Marítimo Portuário da Guiné-Bissau a Portugal para que nos dê indicações sobre como é que o navio será recuperado. O navio ainda está em uso, está agora a deixar de ser usado e tem de ser recuperado”, declarou o governante português.

A ligação marítima entre a zona continental e as cerca de 90 ilhas e ilhéus da Guiné-Bissau tem sido um dos problemas de comunicação no país, com as autoridades a serem sempre confrontadas pela população, nomeadamente os habitantes do arquipélago dos Bijagós.

Ainda no âmbito do Fundo Ambiental, o ministro do Ambiente e da Ação Climática adiantou que Portugal vai apoiar a Guiné-Bissau com cerca de 2,5 milhões de euros para um projeto de recuperação de dunas e 'mangais' nos Bijagós.

O projeto, que pode durar até quatro anos, vai ser executado por entidades portuguesas, mas com o envolvimento das comunidades locais, visando a recuperação do património natural do Bijagós e desta forma permitir que as ilhas sejam utilizadas dentro de regras aceitáveis do turismo, assinalou o governante português.

Luso.eu - Jornal das comunidades
Redacção
Author: RedacçãoEmail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Para ver mais textos, por favor clique no nome do autor
Lista dos seus últimos textos

Adicione o seu comentário aqui!

luso.eu Jornal Comunidades

Não perca as promoções e novidades que reservamos para nossos fiéis assinantes.
O seu endereço de email é apenas utilizado para lhe enviar a nossa newsletter e informações sobre as nossas actividades. Você pode usar o link de cancelamento integrado em cada um de nossos e-mails a qualquer momento.

TEMOS NO SITE

Temos 1232 visitantes e 0 membros em linha

A SUA PUBLICIDADE AQUI?

EVENTOS ESTE MÊS

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31