Esta publicação é da responsabilidade exclusiva do seu autor.

Covid-19: Cafés e restaurantes de Beja isentos de taxa de esplanadas este ano

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

(Lusa) - Cafés e restaurantes do concelho de Beja estão isentos de pagar a taxa municipal relativa a esplanadas este ano, o que permite terem gratuitamente áreas exteriores para compensar as reduções nas lotações interiores devido à covid-19.

A informação foi dada hoje à agência Lusa pelo vice-presidente do município, Luís Miranda (PS), que acrescentou que o objetivo é "mitigar efeitos da pandemia".

Segundo o autarca, a isenção, que já era aplicada aos estabelecimentos de restauração situados no centro histórico da cidade de Beja, foi alargada a todos os cafés e restaurantes do concelho devido à pandemia e durante este ano.

A medida visa contribuir para a redução de despesas dos estabelecimentos de restauração do concelho de Beja, porque, no âmbito das medidas decretadas pelo Governo para combate à propagação do novo coronavírus responsável pela doença covid-19, uns tiveram de fechar e outros continuaram a funcionar, mas com menos clientes, vendas e faturações, e, por isso, "começaram a ter problemas financeiros", explicou.

Agora na fase de desconfinamento, os estabelecimentos de restauração vão reabrir no dia 18 deste mês e os interessados poderão "aproveitar a isenção" para, "nos casos em que for possível", aumentarem ou criarem esplanadas sem terem de pagar a respetiva taxa mensal até ao final deste ano, disse.

Desta forma, frisou o autarca, estabelecimentos de restauração vão poder ter esplanadas "gratuitamente" até final deste ano para "compensar" as reduções nas lotações interiores, já que o Governo autorizou a reabertura de cafés e restaurantes no dia 18 deste mês, mas com lotação de 50% e adotando regras de segurança sanitária e distanciamento social.

Desde a aprovação da isenção e até hoje, o município não recebeu qualquer pedido ou comunicação prévia de aumento ou criação de esplanadas, mas é "natural" que comecem a aparecer, sobretudo a partir do dia 18 deste mês, quando os cafés e restaurantes reabrirem, disse o autarca.

Luís Miranda frisou que as esplanadas terão de respeitar as orientações da Direção-Geral da Saúde (DGS) para assegurar o distanciamento físico recomendado de dois metros entre as pessoas e garantir o cumprimento da legislação em vigor.

Portugal contabiliza 1.144 mortos associados à covid-19 em 27.679 casos confirmados de infeção, segundo o boletim diário da DGS sobre a pandemia divulgado hoje.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 282 mil mortos e infetou mais de 4,1 milhões de pessoas em 195 países e territórios.

Para ver mais textos, por favor clique no nome do autor.


RECOMENDADOS PARA SI

Eventos este Mês

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Últimos Tweets

Distritos de Beja e Faro sob aviso amarelo devido à chuva e trovoadas https://t.co/oXqpdHMvUe
"516 Arouca" a maior ponte pedonal suspensa do mundo https://t.co/CYjdh4yBCB
ENTREVISTA: “Ser membro do Governo não faz parte do meu ADN” – António Costa Silva https://t.co/1Cp0MZbsfa
Follow Jornal das Comunidades on Twitter