Colocámos cookies no seu computador para melhorar a sua experiência no website. Ao utilizar o site, está a concordar com o seu uso. Ler mais

Dois pesos e duas medidas

Votos do utilizador: 0 / 5

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

A comunidade portuguesa em França, aproximadamente 1,2 milhões de pessoas, pode exercer o seu direito de voto para as eleições presidenciais e legislativas, desde que inscritos no caderno eleitoral existente no Consulado ou Secção Consular a que pertence a localidade onde reside. Então porque razão não podem votar nas eleições autárquicas ?

Os estrangeiros dos estados membros da União Europeia, a residir em Portugal, podem participar nas eleições para os três orgãos de poder local: Juntas de Freguesia, Assembleias Municipais e Câmaras Municipais. Os portugueses a residir no estrangeiro não podem votar. Isto é Imcompreeensivel e o Governo de Portugal, Ministério dos Negocios Estrangeiros e Assembleia da Républica parecem não estarem incomodados com esta «omissão».

Urge proceder-se à revisão das leis eleitorais no sentido de simplificar o resenseamento e voto para os residentes no estrangeiro, consagrar a igualdade entre os portugueses residentes no país e os que vivem no estrangeiro, e deve contemplar-se a introdução do voto eletrónico de forma a harmonizar o sistema de voto em todas as eleições.

Dar a mesma possibilidade aos mais de dois milhões e trezentos mil portugueses a residir no estrangeiro é aumentar a participação, uma regra básica da democracia.

Por mais isolados que estejam no mundo, os emigrantes não são portugueses de segunda e não devem continuar a ser abstencionistas à força.

Os Deputados com assento na Assembleia da República jà discutiram esta matéria mas muitos mostraram reservas, o que ilustra uma enorme deselegância como os emigrantes são tratados.

Privados do voto nas eleições autarquicas, os emigrantes são vitimas deste «fenómeno burocrático».

Considero absurdo ter de ir a Portugal expressamente para poder votar nas eleições autárquicas e cumprir um direito e um dever cívico.

Pub


The Sol Ar Vinhos de Portugal

Eventos este Mês

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
15
16
17
18
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31

Pub Google

Últimos Tweets

Carlos César anuncia recandidatura à liderança parlamentar do PS https://t.co/ZRWb9zInSS
Ministra da Administração Interna diz que pediu para sair logo após Pedrógão https://t.co/9zU8hsMd6z
Ministra da Administração Interna apresentou demissão, Costa aceitou https://t.co/x6DRsJtLtP
Follow Luso.be - Bélgica on Twitter