Esta publicação é da responsabilidade exclusiva do seu autor.

Pierre-Alain Fridez: “Portugal é um país exemplar na gestão do dossier das diásporas”

IDT-N°/ : 5820
Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

O presidente da Comissão das Migrações, Refugiados e Pessoas Deslocadas da Assembleia Parlamentar do Conselho da Europa, Pierre-Alain Fridez, considerou hoje, 7 de setembro, que “Portugal é um país exemplar na gestão do dossier das diásporas”. O presidente da Comissão exprimiu-se após a apresentação do relatório do deputado Paulo Pisco, Uma Política Europeia para as Diásporas.

Nesta primeira discussão, os deputados de outros países salientaram unanimemente a importância do relatório, com intervenções de representantes de Marrocos, Ucrânia, Holanda e Turquia.

Segundo um comunicado enviado pelo gabinete do deputado Paulo Pisco, “ este relatório tem como objetivo criar padrões mais homogéneos entre os membros do Conselho da Europa na relação com as suas diásporas e sensibilizar os governos para reconhecerem a sua importância e o seu enorme potencial, criando políticas e instrumentos que lhes permitam ter um maior envolvimento no país de origem e uma melhor integração nos países de acolhimento, designadamente através da participação política, em termos económicos, sociais e culturais”.

O relatório “apela ainda a que cada Estado-membro do Conselho da Europa procure conhecer melhor as suas diásporas para poder desenhar políticas públicas mais eficazes e tomar as iniciativas que reforcem a sua ligação com elas”.

“Portugal surge claramente como uma referência num relatório do Conselho da Europa pela relação com as suas comunidades”, refere o deputado socialista em comunicado, acrescentando que, desta forma, o país dá um “importante contributo para que outros países melhorem a relação com os seus cidadãos expatriados, para que haja mais coesão nas sociedades e menos discriminações”.

Na União Europeia existem cerca de 13 milhões de cidadãos comunitários a viver noutro Estado-membro e perto de 22 milhões oriundos de países terceiros, muitos deles de membros do Conselho da Europa.

 

Rúben Castro
Jornalista da luso.eu CC46 A
Para ver mais textos, por favor clique no nome do autor.

 Entre em contacto : Rúben Castro Perfil: Info

Nascido em 1990, no Funchal, estudou Ciências da Cultura na Universidade da Madeira e Jornalismo na FCSH/Universidade Nova de Lisboa. Neste momento vive em Bruxelas, onde colabora com vários órgãos de comunicação social. É um dos 55 Embaixadores da Juventude da ONE na Bélgica, uma ONG focada no combate à pobreza extrema e às desigualdades.

Textos deste autor:

RECOMENDADOS PARA SI

Últimos Tweets

Virgens Ofendidas https://t.co/YnvoxhzZNh
Covid-19: França atinge recorde diário de novos casos com 45.422 contágios https://t.co/jkRCgEoIKr
Despiste com dois feridos graves obriga a corte da EN201 em Valença https://t.co/N67Ag40QDT
Follow Jornal das Comunidades on Twitter