Colocámos cookies no seu computador para melhorar a sua experiência no website. Ao utilizar o site, está a concordar com o seu uso. Ler mais

ALMEIDA GARRETT (1799 – 1854)

Votos do utilizador: 0 / 5

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Escritor e dramaturgo romântico, João Baptista da Silva Leitão Almeida Garrett nasceu no Porto no dia 4 de fevereiro de 1799.
Passou a adolescência na Ilha Terceira, nos Açores, onde a sua família se refugiou fugindo da segunda invasão francesa. Estava destinado à vida eclesiástica, contudo, em 1816 regressa a Portugal e matricula-se no Curso de Direito da Universidade de Coimbra que virá a concluir em 1821.

Defensor dos ideais liberais da Revolução de 1820, o golpe militar de D. Miguel, em 1823, obriga-o ao exílio, primeiro em França, e depois em Inglaterra. Só em 1833 conseguirá apoio para regressar a Portugal, sendo então nomeado secretário da comissão de reforma geral dos estudos. Em 1834, é nomeado cônsul-geral e encarregado de negócios na Bélgica, tendo exercido funções por um curto período de tempo.

A posição influente que conseguiu, em 1836, com o triunfo da fação liberal, levou-o a fazer renascer o teatro em Portugal. Foi o responsável pela edificação do Teatro Nacional D. Maria II e pela criação do Conservatório de Arte Dramática.

Opositor declarado ao regime de Costa Cabral, só em 1951 voltará a assumir cargos públicos: embaixador nas negociações com a Santa Sé; vogal na Comissão de Bases da Lei Eleitoral e na comissão de reorganização dos serviços públicos; Vogal do Conselho Ultramarino.

Entre 1852 e 1854 será ainda Ministro dos Negócios Estrangeiros e Deputado.
Como escritor, destaca-se o conjunto da sua obra poética, o romance Viagens na minha terra e a peça de teatro Frei Luís de Sousa.

Pub


The Sol Ar Vinhos de Portugal

Eventos este Mês

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
15
16
17
18
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31

Pub Google

Últimos Tweets

Carlos César anuncia recandidatura à liderança parlamentar do PS https://t.co/ZRWb9zInSS
Ministra da Administração Interna diz que pediu para sair logo após Pedrógão https://t.co/9zU8hsMd6z
Ministra da Administração Interna apresentou demissão, Costa aceitou https://t.co/x6DRsJtLtP
Follow Luso.be - Bélgica on Twitter