Esta publicação é da responsabilidade exclusiva do seu autor.

Património cultural subaquático dos Açores recebe classificação europeia

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

(Lusa) – A Comissão Europeia concedeu hoje o título de património europeu ao património cultural subaquático dos Açores, por, juntamente com outros nove sítios da União Europeia, ter tido um papel importante na história e cultura ou na construção europeias.

No caso do arquipélago dos Açores, Bruxelas destaca estar ligado “a diferentes aspetos da história e comércio europeus do século XVI ao XX”.

A Comissão Europeia realça a rota da prata para a América do Sul, o mercado de escravos transatlântico, conflitos militares como a guerra da independência americana e as duas guerras mundiais, e ainda os navios que transportavam emigrantes da Europa para o continente americano.

O património cultural subaquático dos Açores consiste numa rede de 30 zonas pública de mergulho centradas numa série de destroços datados entre os séculos XV e XX.

Aos Açores juntam-se, por exemplo, a zona arqueológica de Ostia Anctica, em Itália, e o castelo de Kynžvart, na República Checa, entre outros.

Os locais hoje classificados como património europeu foram escolhidos por um júri entre as candidaturas apresentadas pelos Estados-membros participantes.

Com a decisão de hoje são já 48 os locais classificados por Bruxelas.

De Portugal, estavam já incluídos nesta lista o Promontório de Sagres, no distrito de Faro, a Biblioteca Geral da Universidade de Coimbra e a Carta de Lei de Abolição da Pena de Morte, patente na Torre do Tombo, em Lisboa.

Para ver mais textos, por favor clique no nome do autor.


RECOMENDADOS PARA SI

Últimos Tweets

A AUTONOMIA NA RECONSTRUÇÃO DA ESPERANÇA https://t.co/DnImlCr0d8
Impacto do COVID-19 na população portuguesa da Bélgica https://t.co/CsRC1jYwpx
From Vimeo
Acabei de carregar "Covid-19 2020" no #Vimeo: https://t.co/t5bZvuFnNY
Follow Jornal das Comunidades on Twitter