Faça login na sua conta

Usuário *
Senha *
Lembre de mim

Crie a sua conta aqui!

Os campos marcados com um asterisco (*) são obrigatórios.
Nome *
Usuário *
Senha *
Verifique a senha *
Email *
Verificar e-mail *
Captcha *
Reload Captcha
domingo, 05 dezembro 2021

Por favor habilite seu javascript para enviar este formulário

Sondagem

Os vacinados devem ter prioridade no acesso aos cuidados de saúde em relação aos não vacinados?
  • Votes: (0%)
  • Votes: (0%)
  • Votes: (0%)
Total Votes:
First Vote:
Last Vote:

LE: Benfica e Sporting de Braga em dificuldades para evitar cenário da época passada



O luso.eu Jornal das comunidades é gratuito mas quero ajudar!

(Lusa) – Benfica e Sporting de Braga têm hoje tarefas difíceis de inverter na Liga Europa de futebol, partindo em desvantagem para a segunda mão dos 16 avos de final, diante de Arsenal e Roma, respetivamente.

Uma semana depois do empate 1-1 no Olímpico de Roma, casa ‘emprestada’ devido à pandemia de covid-19, os ‘encarnados’ tentarão aproveitar o fator ‘neutro’ de Atenas, onde o Arsenal vai agora atuar como visitado, a partir das 17:55 (hora de Lisboa), e anular o golo marcado por Bukayo Saka, que confere vantagem aos ingleses na eliminatória.

Para evitar o que sucedeu na época passada, em que foi eliminado nesta fase da prova pelo Shakhtar Donetsk, o Benfica terá de vencer ou empatar com pelo menos dois golos para eliminar os londrinos e seguir para os oitavos de final da prova.

Com apenas três triunfos nos últimos 11 jogos oficiais, as ‘águias’ devem ‘agarrar-se’ a um histórico que indica que ultrapassaram as últimas quatro eliminatórias iniciadas com empates caseiros a um golo, uma deles precisamente face aos londrinos, em 1991/92, então na segunda eliminatória da Taça dos Campeões.

Na segunda mão da eliminatória europeia, o Olímpico de Roma vai voltar a receber uma equipa lusa, desta vez o Sporting de Braga (20:00), que chega à ‘cidade eterna’ em ‘apuros’, na sequência da derrota caseira averbada com os romanos (2-0), comandados pelo português Paulo Fonseca.

Os bracarenses, que, tal como o Benfica, também foram eliminados nos 16 avos na época passada, com o Rangers, terão de inverter a história europeia, tendo em conta que nunca conseguiram o apuramento após derrota caseira na primeira mão, situação que se verificou em seis ocasiões.

A representação lusa nos ‘oitavos’ parece, ainda assim, bem encaminhada através de outras ‘vias’, face à vantagem do Olympiacos, treinado por Pedro Martins, sobre o PSV (4-2 na primeira mão), e do Shakhtar Donetsk, de Luís Castro, perante o Maccabi Telavive (2-0), que poderão juntar-se ao já apurado Tottenham, de José Mourinho.


Adicionar o seu comentário aqui!

luso.eu Jornal Comunidades

TEMOS NO SITE

Temos 301 visitantes e 0 membros em linha

Não perca as promoções e novidades que reservamos para nossos fiéis assinantes.
O seu endereço de email é apenas utilizado para lhe enviar a nossa newsletter e informações sobre as nossas actividades. Você pode usar o link de cancelamento integrado em cada um de nossos e-mails a qualquer momento.

A SUA PUBLICIDADE AQUI?

EVENTOS ESTE MÊS

News Fotografia